Translate

terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Muito Além... da Batalha Entre o Bem e o Mal [A Batalha do Apocalipse - Eduardo Sporh]


A Batalha entre o Bem e o Mal está para começar e você não pode deixar de ler esse ótimo livro da nossa literatura nacional. Das ruínas da Babilônia, o esplendor do Império Romano, passando pela China e sua cultura ímpar, o Muito Além das Aspas tem o prazer de falar sobre A Batalha do Apocalipse, obra de Eduardo Spohr. Confira:






Quase uma ano depois de terminar este livro, finalmente consegui um tempo para dedicar a compartilhar com vocês, leitores do Muito Além das Aspas, como foi ler este otimo, se não um dos melhores livros que já li até agora. Mas antes vejamos um pouco sobre o Autor e sua Obra!


O Autor


Escritor, jornalista, blogueiro e participante do NerdCast, o podcast do site Jovem Nerd. É autor do romance best-seller “A Batalha do Apocalipse” e atualmente ajuda a gerenciar o selo editorial NerdBooks, voltado à literatura fantástica. É, ainda, professor da faculdade Hélio Alonso, no Rio de Janeiro, onde ministra o curso “Estrutura Literária – A Jornada do Herói no Cinema e na Literatura”.



O Livro


Titulo: A Batalha do Apocalipse
Autor: Eduardo Spohr
Edição:35 (2012)
Editora: Versus
ISBN-13: 9788576860761

Sinopse: Há muitos e muitos anos, há tantos anos quanto o número de estrelas no céu, o Paraíso Celeste foi palco de um terrível levante. Um grupo de anjos guerreiros, amantes da justiça e da liberdade, desafiou a tirania dos poderosos arcanjos, levantando armas contra seus opressores. Expulsos, os renegados foram forçados ao exílio, e condenados a vagar pelo mundo dos homens até o dia do Juízo Final.

Mas eis que chega o momento do Apocalipse, o tempo do ajuste de contas, o dia do despertar do Altíssimo. Único sobrevivente do expurgo, o líder dos renegados é convidado por Lúcifer, o Arcanjo Negro, a se juntar às suas legiões na batalha do Armagedon, o embate final entre o Céu e o Inferno, a guerra que decidirá não só o destino do mundo, mas o futuro do universo.

Das ruínas da Babilônia ao esplendor do Império Romano; das vastas planícies da China aos gelados castelos da Inglaterra medieval. A Batalha do Apocalipse não é apenas uma viagem pela história humana, mas é também uma jornada de conhecimento, um épico empolgante, cheio de lutas heróicas, magia, romance e suspense.

Trailer do Livro



E pra mim, como foi ler "A Batalha do Apocalipse"?



Antes de começar, gostaria de compartilhar alguns sentimentos que ficaram em mim ao terminar de ler este livro.

Primeiramente: Eduardo Spohr conseguiu enterrar de vez meu preconceito com a literatura nacional, provando que há sim livros maravilhosos de origem canarinha.

Segundo: deixa também um sentimento de frustração, pois em meio a tantas histórias fascinantes, nosso cinema ainda prefere expor a fragilidade de nosso país a se aventurar em novos caminhos, como o da fantasia, aventura etc.

Terceiro: Diferente de muitos, que acham que o começo foi bom, e que depois foi esfriando, eu tive que ter forças para passar das primeiras paginas. Mas não me arrependo deste esforço, que se fez valer após conhecer os núcleos e não conseguir mais conter minha curiosidade.

Vou tentar, de forma simplista, passar um pouco dessa magnifica jornada de Ablon em A BATALHA DO APOCALIPSE.


A trama de “A Batalha do Apocalipse” retrata o universo celeste em meio ao sétimo dia da criação, em que com a ausência de Yahweh, o arcanjo Miguel detém o controle sobre as tropas angélicas. Contudo, Miguel nutre extremo rancor pela criação de Yahweh, os humanos, e em diversos momentos persuade as demais as castas angélicas sobre o fato de a humanidade ter sido um erro de seu criador, levando-os a cometerem diversos atos genocidas, entre eles o dilúvio e a queda da cidade de Sodoma.

Contrário às atitudes dos arcanjos, o Primeiro General Ablon, um querubim, persuadido pelo então arcanjo Lúcifer, lidera uma rebelião contra Miguel, mas juntamente aos seus seguidores, Ablon é traído e condenado ao exílio na Haled (plano físico).

O interessante é a forma como ele apresenta a justificativa que levará Ablon a ser a peça chave nesta épica batalha. Amor. Pode ser clichê, mas o amor move montanhas, e seu amor, apresentado da forma mais pura por Shamira, uma feiticeira do deserto, conhecida nos tempos da Babilônia o leva a feitos, considerados antes por ele, impossíveis.

O que eu mais apreciei neste livro é a forma como o autor explorou a história da humanidade para conduzir sua trama. Das ruínas da Babilônia, o esplendor do Império Romano, passando pela China e sua cultura ímpar, conseguiu me manter atento à trama.

Alguns Personagens!!! PS: Não vou falar quem é quem, LEIA!!! kkk


O desfecho do livro é marcado pela tão esperada batalha que dá título ao volume, e realmente é o ápice da história. Marcado de muita ação, muito choque de aço, sangue, flechas e guerreiros alados. Destaque para as surpresas e traições que marcam momento.

Mas não posso esquecer-me da batalha principal, a de Ablon e seu maior rival, Apollyon. Bem descritas, não conseguia largar o livro e a cada saída de foco, ficava atônito a espera de saber o que estava acontecendo.



Assumo que o final não me surpreendeu, mas quem não adora finais felizes? Eu pelo menos adoro ver que, após tempos difíceis, existe uma recompensa.

Como disse de início, mesmo com seus pesares, não deixa a desejar em nada a grandes sagas de fantasia.

Quero destacar também a atenção que o autor dá para seus leitores, recebendo-os e os fazendo sentir como em um debate entre amigos quando o assunto é o seu livro. Veja aqui o link do comentário feito pelo autor sobre como apreciar sua obra, escrito em seu blog. 



E é isso ai! Se você gostou, não deixe de curtir e compartilhar com seus amigos!!! Comentem a vontade também, até a próxima pessoal!
 

Fontes: http://filosofianerd.blogspot.com.br/2009/10/tutorial-como-ler-batalha-do-apocalipse.html

https://www.skoob.com.br/autor/746-eduardo-spohr
Imagem: Imagens Obtidas através de pesquisa no Google, com seus direitos reservados ao seus autores.

9 comentários:

  1. MDS, você não faz ideia de como quero ler esse livro, faz tempo! Sua resenha me deixou mais e mais curiosa, mas quero esperar pra conseguir dinheiro para comprar a edição capa dura <3
    Beijos!
    http://myliteraryparadise.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. La Rocca, primeiramente obrigado pela visita e pelo comentário

      Eu acho muito bonita essa edição que você tanto deseja, mas eu confesso que eu queria achar a raridade, os volumes que foram vendidos pelo site do Jovem Nerd, onde a capa do livro é a mesma que ilustra esse post

      Quando você o ler, não se esqueça de vir aqui dividir conosco o que você achou...

      Abraços
      Luís Fernando - Muito Além das Aspas

      Excluir
  2. Olá!
    Não costumo ler livros assim, mas adoraria dar uma oportunidade para ele. Adorei sua resenha!

    - Garotinha adolescente!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kátia, primeiramente obrigado pela visita e por seu comentário...

      Eu curto muito livros de fantasia, mas nunca tinha lido nada desse gênero de autores nacionais. Esse foi o segundo livro que li de um autor brasileiro, o primeiro foi Rio 2054 de Jorge Lourenço, uma ficção cientifica tratando de um Rio futurista pos guerra civil muito bom! Recomendo também...

      Caso você os leiam, divida conosco o que você achou, será um prazer

      Abraços
      Luís Fernando - Muito Além das Aspas

      Excluir
  3. Oi!!
    Gente eu juro que tentei ler esse livro,juro mesmo!
    Não sei se li no momento errado ou se realmente a história não me cativou...
    Acho que foram as primeiras páginas que não me prenderam,só pode!
    Adorei o booktrailer!
    Abraços!

    http://livreirocultural.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cláudio, Primeiramente obrigado pela visita e pelo comentário

      O Booktrailer estava disponível no blog do Eduardo Spohr, na área de marketing desse livro, e achei que agregaria bastante ao post... Gosto de como o autor se preocupa em como as pessoas estão e irão reagir a sua obra

      Sobre o livro: não está na minha top 10 da vida, mas do ano com certeza... é um livro relativamente curto e, pelo cenário acabou superando minhas expectativas!!! Fica a dica para um dia que você sinta vontade de dar uma chance a uma obra diferente!!!

      Abraços
      Luís Fernando - Muito Além das Aspas

      Excluir
  4. A sua resenha despertou meu interesse por este livro... Ainda bem que a nossa literatura nacional esta se desenvolvendo tão positivamente assim.
    Abraços... seguindo!!
    batomnacapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Daiane, primeiramente obrigado pela visita e por seu comentário!

      Que bom que você gostou do texto, espero realmente que você o leia e depois não se esqueça de vir aqui dividir conosco o que você achou...

      Abraços
      Luís Fernando - Muito Além das Aspas

      Excluir
  5. Eu empaquei no começo do livro, cheguei a largar a leitura por algumas semanas, vi alguns pequenos spoiler que me deram força para continuar, o resultado, eu amei e fiquei brava comigo mesma por não ter lido antes haha. Indico a todos os meus amigos.
    E sobre o Spohr, tive a honra de conhece-lo pessoalmente e entrevistá-lo. Ele foi amável e atencioso. Caso queira ler a entrevista, está no meu blog.

    Minha Fuga da Realidade 💕

    ResponderExcluir